Jornal Nova Oeste

PGR defende a perda de mandato em caso de mudança para partido novo

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou ao STF (Supremo Tribunal Federal) parecer defendendo a perda de mandato para políticos que deixarem o partido pelo qual foram eleitos para uma sigla recém-criada. O parecer, divulgado nesta quinta-feira (10), foi encaminhado para o tribunal no último dia 7.
O parecer será levado em conta por ministros da Corte ao julgarem uma ação direta de inconstitucionalidade proposta pelo PPS contra a norma que permite a troca sem qualquer punição para o político.
No final de setembro, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) aprovou o registro eleitoral do Solidariedade e do Pros (Partido Republicano da Ordem Social), ampliando para 32 o número de siglas eleitorais no Brasil. O tribunal entendeu que ambos os partidos conseguiram coletar as 492 mil assinaturas necessárias para obter o registro nacional.
Janot, porém, defende que a medida valha apenas para trocas que acontecerem após a ação ser julgada pelo STF, sem afetar, portanto, quem migrou para outras legendas até o momento.
Segundo entendimento do procurador-geral, a fidelidade partidária "preserva a legitimidade do processo eleitoral", "faz respeitar a vontade soberana do cidadão" e "valoriza e fortalece as organizações partidárias".
Ele ressalta que a criação de um partido pode significar apenas um "reflexo da conveniência eleitoral momentânea" e servir de "moeda de troca no mercado de interesses pouco nobres" visando os recursos do Fundo Partidário e do tempo de propaganda no rádio e na televisão.
Além disso, Janot diz ainda que é "direito do partido político manter o número de cadeiras obtidas nas eleições proporcionais".
A ação foi proposta em abril de 2011, época em que estava em discussão a criação de um partido liderado por Gilberto Kassab, então prefeito de São Paulo, o PSD. A ação no STF está sob a relatoria da ministra Rosa Webe  fonteuol

Jornal Nova Oeste

About Jornal Nova Oeste -

Author Description here.. Nulla sagittis convallis. Curabitur consequat. Quisque metus enim, venenatis fermentum, mollis in, porta et, nibh. Duis vulputate elit in elit. Mauris dictum libero id justo.

Subscribe to this Blog via Email :