Jornal Nova Oeste

Campanha de vacinação contra a gripe é prorrogada até 9 de junho

Itapevi já vacinou 30.528 pessoas do público-alvo da campanha
A Campanha Nacional de Vacinação contra o Influenza, o vírus da gripe, foi prorrogada até o dia 9 de junho. A ampliação do prazo foi determinada pelo Ministério da Saúde, nessa quinta-feira (25), com o objetivo de alcançar a meta de vacinação, que neste ano é de 90%.
Em Itapevi, a vacina contra a gripe está sendo aplicada nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e nas Unidades de Saúde da Família (USF), das 7h às 16h.
O público-alvo da campanha é composto por idosos com mais de 60 anos, crianças de seis meses a quatro anos, 11 meses e 29 dias, educadores, profissionais da saúde, portadores de doenças crônicas, gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto).
Até quinta-feira (25), já tinham sido vacinadas 30.528 pessoas do grupo prioritário em Itapevi. No total, a secretaria municipal de Saúde e Bem-Estar estima que pelo menos 60 mil pessoas devem ser vacinadas na cidade.
Desde o dia 17 de abril, início da campanha, 8.869 crianças de seis meses até quatro anos, 11 meses e 29 dias foram vacinadas.
Também já foram vacinados 10.524 idosos com mais de 60 anos, 825 professores, 5.553 pacientes com doenças crônicas, 2.595 trabalhadores da saúde, 1.774 gestantes e 388 mulheres que deram à luz em menos de 45 dias.
Número de casos foi alto em 2016
Em 2016, houve 12.174 casos confirmados de síndrome respiratória aguda grave (SRAG) por influenza no país. Os dados são do Ministério da Saúde. A SRAG é uma complicação da gripe. Houve ainda 2.220 mortes, número alto em comparação a anos anteriores. Do total de óbitos, a maioria (1.982) foi por influenza A/H1N1. Este foi o maior número de mortes por H1N1 desde a pandemia de 2009, quando 2.060 pessoas morreram em decorrência do vírus no Brasil.
Doenças Crônicas
Os portadores de doenças crônicas não transmissíveis, que incluem pessoas com deficiências específicas, devem apresentar prescrição médica no ato da vacinação.
Já os pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) podem se dirigir aos postos em que estão registrados para receberem a vacina, sem a necessidade de prescrição médica.
Também deverão ser vacinados povos indígenas, pessoas privadas de liberdade (o que inclui adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas) e os funcionários do sistema prisional.
Alergia a ovo
A vacina é contraindicada para pessoas com histórico de reação anafilática prévia em doses anteriores ou para pessoas que tenham alergia grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados. É importante procurar o médico para mais orientações. 
A vacina protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul, de acordo com determinação da OMS (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B). 
A transmissão dos vírus influenza acontece por meio do contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. Também ocorre por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com mucosas (boca, olhos, nariz).
À população em geral, o Ministério da Saúde orienta a adoção de cuidados simples como medida de prevenção para evitar a doença, como: lavar as mãos várias vezes ao dia; cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar; evitar tocar o rosto; não compartilhar objetos de uso pessoal; além de evitar locais com aglomeração de pessoas

Jornal Nova Oeste

About Jornal Nova Oeste -

Author Description here.. Nulla sagittis convallis. Curabitur consequat. Quisque metus enim, venenatis fermentum, mollis in, porta et, nibh. Duis vulputate elit in elit. Mauris dictum libero id justo.

Subscribe to this Blog via Email :